Câmara lança ferramenta que permite que o cidadão opine sobre o que será votado.

.  

A Câmara dos Deputados lançou na terça feira (12) a Pauta Participativa, uma ferramenta de participação popular que permitirá ao cidadão opinar sobre o que deve ser votado no plenário.


plataforma online pretende identificar, entre diferentes temas, projetos que tenham mais consenso entre a população para que sejam apreciados pelos parlamentares.
Periodicamente, a plataforma apresentará três assuntos diferentes relativos a projetos que já concluíram a tramitação dentro do processo legislativo, aqueles que estão aptos para votação em plenário.
Além disso, o internauta poderá marcar projetos que não quer que entrem na pauta. Ao final do período de consulta, aproximadamente 15 dias, a Câmara deve incluir em pauta os projetos de cada tema que tenham obtido o maior saldo positivo de votos, ou seja, votos favoráveis menos votos contrários.
Na primeira edição da Pauta Participativa, foram selecionados projetos sobre política, saúde e segurança.

porém, segundo informações do Portal G1  , os projetos melhor avaliados não serão obrigatoriamente votados já que não há nada na legislação que obrigue.

Como vai funcionar?
>> O cidadão precisa se cadastrar no Pauta Participativa
>> A cada duas semanas serão apresentados projetos em três áreas diferentes, como saúde, segurança e política
>> Os projetos que a população poderá escolher já podem ser incluídos na pauta do plenário
>> Cada participante tem o direito de optar por até dois projetos em cada tema
>> O projeto vencedor em cada tema é aquele que conseguir o maior saldo de votos
>> O prazo de consulta é de duas semanas. Ao final desse período, a Câmara colocará em pauta os projetos de cada tema que tenham obtido o maior saldo positivo de votos, ou seja, votos favoráveis menos votos contrários.

Acesse a plataforma clicando aqui

Fonte: G1Agencia Brasil

Comentar